Rotura parcial do tendão do bíceps braquial (cabeça longa)

Atualizado: 12 de Set de 2020

Paciente com trauma no cotovelo sugestivo de lesão do tendão da cabeça longa do bíceps braquial

Exame físico duvidoso: conservava parcial função motora

Ressonância Magnética: Resultado duvidoso, sugerindo lesão completa do tendão biccipital. O intenso processo inflamatório e hematoma locais dificultavam a avaliação

Solicitado Ultrassonografia completar para elucidação diagnóstica


As lesões distais (plano do cotovelo) correspondem a 3% das lesões do tendão do bíceps braquial. Dentre estas, as roturas parciais são muito raras.

Através da ultrassonografia com manobras dinâmicas foi bem caracterizada e documentada a funcionalidade preservada da cabeça tendínea remanescente. Proposto tratamento conservador com ótima evolução.


Manobra dinâmica de pronossupinação do antebraço demonstrando a continuidade tendínea da cabeça curta do bíceps braquial, que encontra-se bastante espessada e com líquido/ hematoma circunjacente (seta cinza)



Rotura/desinserção da cabeça longa do tendão do bíceps braquial.



Integridade da cabeça curta do tendão do bíceps braquial.



Eixo transverso no plano da tuberosidade Lado contralateral normal.

do rádio. Ausência de uma das cabeças

tendíneas.


Aponeurose biccipital íntegral. Possível de ser caracterizada através de novos transdutores de altíssima frequência (>24 MHz).


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 

(011) 3394-0200 (Marcação de Exames)

©2020 por Dr. Marcos Felippe. Orgulhosamente criado com Wix.com