Lesão da placa volar interfalangeana proximal (mão)

Atualizado: 12 de Set de 2020

Avaliação ultrassonográfica da rotura/ desinserção traumática aguda da placa volar e correspondência entre os métodos (USG x Tomografia Computadorizada)


Exame físico: dedo em pescoço de "cisne" e instabilidade


Desinserção distal da placa volar com retração e fragmento ósseo avulsionado da base da falange média.



Comparação inserção normal (imagens à esquerda) e anômala da placa volar (imagens à direita).




Correspondência USG x TC no plano da fratura avulsiva da base da falange média.

Correspondência entre os diferentes métodos (RX, TC e USG). Posição mantida em hiperextensão da articulação interfalangena proximal e fragmento ósseo avulsionado.


135 visualizações0 comentário